Perfeccionismo, procrastinação e trabalho obsessivo

Eu sou um perfeccionista.

Muitas vezes me questiono se isso é uma benção ou maldição.

Perfeccionismo pode ser uma coisa fantástica. Ele faz você tentar ser a melhor versão de si mesmo em qualquer coisa que você faça. O problema é que, muitas vezes, ele te bloqueia de fazer coisas que você não se considera "bom o suficiente".

Nós, perfeccionistas, lidamos com nossos próprios anjos e demônios: procrastinação e seu antagonista, o trabalho obsessivo. Esse episódio do VLOG, como muita coisa da minha vida, é a história da batalha entre esses dois.

A voz da procrastinação pode ser muito útil quando ela faz com que seu trabalho "decante", quando ela faz com que você amadureça ideias. Mas, essa mesma voz também pode ser muito perigosa quando tira seu foco, tempo, e coloca em risco a conclusão do seu trabalho no prazo estipulado.

Já a voz que te leva ao trabalho obsessivo pode ser muito proveitosa quando faz você avançar nos seus projetos a toda velocidade, ou melhora-lo dentro do melhor das suas habilidades. Ao mesmo tempo, ela pode te cegar para outras coisas importantes, fazer você andar em círculos buscando a perfeição e, em última análise, te direcionar para uma vida totalmente desbalanceada.